Contato

(67) 9.9836-3361

Endereço

R. Enoch Vieira de Almeida, 125 - Vila Célia - Campo Grande/MS

CORTES & HISTÓRIAS – QUAL É O FUTURO DOS AÇOUGUES TRADICIONAIS?

*JHOW BUTCHER

SERÁ SE TORNAR APENAS UMA LEMBRANÇA...Caso não se entenda algumas premissas; MAS SER TRADICIONAL NÃO SIGNIFICA SER GENÉRICO.

"Se os donos de açougues pararem para analisar às vezes o problema do cenário atual do seu negócio pode NÃO SER o dinheiro que ficou mais escasso na mão do consumidor. Às vezes o seu negócio pode estar a ser visto por ele como GENÉRICO. Quando você se diferencia o seu cliente quer comprar de você, aceita pagar mais, indica para outras pessoas e faz propaganda gratuita. Ter dificuldades de aumentar as vendas, cobrar um preço justo ou mesmo perder clientes por preço baixo SÃO REFLEXO de outro problema, o de POSICIONAMENTO." Negócios chatos sempre vão estar em crise.

Quando um açougue concorre na base do preço baixo passam a mensagem para o seu cliente que o que oferecem não tem tanto valor. Caso contrário, não estariam a dar descontos. Percepção é uma realidade na mente das pessoas. Então não se trata do quanto vale aquilo que eu vendo e sim do quanto o cliente percebe que isso vale.

Quando você ajusta o seu posicionamento, passando a concorrer por VALOR e não mais por PREÇO, o seu cliente começa a ver você com outros olhos. Existem clientes que querem preço, não importa a qualidade. Existem clientes que querem qualidade, NÃO IMPORTA O PREÇO. Alguns clientes são treinados a esperar desconto, e não haverá qualidade do que é oferecido.

Mas o mercado com empresas que se diferenciam e concorrem por valor é muito mais lucrativo. Os clientes pagam mais onde percebem mais valor com isso os empreendedores podem pagar melhor os seus funcionários, e tem mais lucro. Temos que ser uma empresa que VENDE VALOR e não coisas. Mas a pergunta é: quantos donos de açougue param para pensar em como se tornar uma empresa que causa este impacto? Geralmente estão tão enfiados no operacional que não têm a visão que o seu negócio precisa para crescer.

Tudo começa pela sua mentalidade. Não existe uma regra que diz que tenho por que um negócio no varejo de carnes tenho que copiar o que todo o mundo faz e ser mais do mesmo. Onde está escrito a regra de que para expor as minhas carnes na “vitrine” precisam estar penduradas no tendal? O erro dos donos de pequenos açougues é acreditar que para se diferenciar precisa gastar muito dinheiro, e que para encantar cliente custa caro. Muitos não perceberam que quando eles se tornam comparáveis o único parâmetro para tomada de decisão de compra do seu cliente será o preço.

Quando não sabemos a forma de se posicionar e o que dizer a tendência é de falarmos o que é comum. Mas quando eu mudo forma que me apresento, mudo a forma de como sou percebido. Como resolver? Um dos pontos seria encontrar o que o seu cliente precisa que hoje você não oferece mais que pode passar a oferecer. O empreendedor precisa ser o guardião do seu cliente e não só o cara que vende para ele. Ou seja, é ir pesquisar no mercado o que o seu cliente precisa e trazer a solução antes que ela peça. NÃO É ter um Produto e encontrar quem quer comprar! É encontrar coisas que o Cliente que você admira precisa!

Observo muitos empresários ao longo desses anos no varejo, e percebo uma diferença naqueles que fazem a sua empresa crescer e outros que não. Enquanto alguns focam sua energia para a empresa tempo olhando concorrente, ao invés de estruturar ações com base na necessidade dos seus próprios clientes. Pessoas querendo montar mais um negócio ao invés de olhar os pontos de melhoria dentro do seu atual e traçar um plano para corrigir. Pois, não adianta querer expandir se não existe competência de gerenciamento nem no negócio atual.

Enquanto isso outros focam energia para construir o "TIME" pois já entenderam que quando constroem o time, o time constrói a empresa. Só olhar para o lucro, mas negligenciando a evolução do time tem data limitada de progresso. Um açougue não precisa de colaboradores, ele precisa de intra empreendedores. Cada empresário tem a empresa que merece. Ouço com frequência reclamações de que a empresa tá! Dando dor de cabeça demais, a equipe depende de mim para tudo, eu "delargo" mas depois tenho que resolver tudo.

Mas há verdade é que se não houve nenhum evento que cada empresário tem hoje em torno dele é uma decisão dele e de mais ninguém. Até porque o perfil da maioria dos empresários é de ser centralizador nos micros detalhes. Erro de postura que seria facilmente evitado se ele tivesse mentores.

Porque nenhuma inteligência individual supera a inteligência de um grupo com o mesmo objetivo. Então será cada vez mais importante desenvolver competência de gerenciamento, pois grande parte dos pequenos e médios açougues passam 70% do ano no vermelho ou apenas sobrevivendo. O que evidência a competência de gerenciamento é o resultado, então as 2 chaves para a um açougue crescer chama-se MUDANÇA DE MENTE E COMPETÊNCIA vou elencar os principais 9 pilares que fazem parte de um açougue de sucesso.

1 - DESENVOLVER VISÃO ESTRATÉGICA: é entender daqueles que são ou que serão os seus clientes, quais são as suas necessidades como vai supri-las e entregar isso de forma organizada. Então encontre um problema e entregue uma solução. É parar de pensar em você e começar a pensar no seu cliente para o seu negócio prosperar.

2 - OFERECER UM PRODUTO/ SERVIÇO DIFERENCIADO: Algo que é focado na experiência que o seu cliente vai viver consumindo seu produto/serviço. É algo que prende sua atenção e leva ele a falar para todo mundo.

Ter um diferencial significa que sua empresa é única, não somente para os clientes, mas também para colaboradores, parceiros e fornecedores.

Você já se perguntou por que existem pessoas que preferem comprar dos seus concorrentes e não da sua empresa?

É aquele algo mais, que encanta e atrai pessoas. Dessa forma, não basta apenas ter a melhor qualidade: quando falo de diferencial me referindo ao valor que uma marca agrega aos consumidores.

A diferenciação começa na mente das pessoas que se recusam a copiar, se recusam a fazer o que os outros já estão fazendo. Ou seja mais do mesmo.

Uma embalagem teu concorrente copia, agora o que te torna único não. " O seu DNA ".

3 - EXPOSIÇÃO, ou seja, quantas pessoas sabem que a sua marca existe? Quantas pessoas são impactadas pela sua marca diariamente? Não ser NOTADO, não será uma opção. Então será importante investir tempo e definir a estratégia para executar.

4 - INVESTIR TEMPO EM RECRUTAR E FORMAR UM TIME PRODUTIVO: É Treinar, e dar autonomia para o time ou líder garantir a experiência final do cliente, além de manter todos engajados.

5 - APRENDER A ATENDER com excelência, ENCANTAR OS CLIENTES antes de vender. Quando o atendimento encanta, você não precisa vender: o cliente compra."Esteja atento aos detalhes ex: se o seu time não acredita naquilo que está vendendo nenhuma técnica de venda pode mudar isso.

6 - APRENDER A VENDER= NIVEL DE CONVERSÃO: destas quantas compram? Convertendo de consumidores interessados em clientes pagantes? Se converte bem, mas tem poucas oportunidades, então o seu problema é de divulgação. Se você fala com muitas pessoas, mas poucas compram, o seu problema é de conversão precisa melhorar a abordagem e oferta durante a construção de relacionamento para que aconteça a venda. Ela é consequência e não causa! Venda não é um processo de convencimento onde eu o cliente levar um produto caro um processo de reconhecimento. Venda é sobre construção de confiança através do relacionamento e resolução de problemas. Ao apresentar para quem confia em você, a solução de alguma necessidade. Bom mm venda feita. As pessoas odeiam que alguém venda algo, mas adoram comprar.

7 – REAVALIAR SEU POSICIONAMENTO E COMUNICAÇÃO: Quem tenta vender para todo o mundo não se comunica correto com ninguém. É fundamental ter uma comunicação ajustada com cada perfil de público e após um pequeno período você já consegue parâmetros para esta análise.

8 – IMPLANTAR E TER PROCESSOS EFICIENTES: para áreas administrativas e operacionais.

9 - DESENVOLVER COMPETÊNCIA DE GERENCIAMENTO: com auxílio de mentores, participar de palestras, eventos do setor, fazer rede com profissionais de outros mercados, troca em grupos de empresários do mesmo segmento. O autor do livro, segredos de uma mente milionária t harv eker" tem uma frase que gosto muito que diz." O jeito que você faz uma coisa é o jeito que você faz todas as coisas. "Então quero incentivar você dono de açougue, e empreendedor. Há olhar para o seu quarto em casa, depois olhar para o seu carro, e por fim olhar para o seu negócio. Sente orgulho do que vê? Por que se você não consegue cuidar do pouco e do pequeno que conquistou você não vai chegar no grande e abundante.

Tudo começa na decisão" de trabalhar e colocar sua vida e o seu negócio para beneficiar a vida de outras pessoas. Tendo humildade de saber que não podemos saber de tudo que se pode ser sabido. Ou seja, aprenda com todos e com todas as situações e não fique estático na sua zona de conforto. Por fim tenho a percepção que o açougue no futuro não será apenas um lugar de compra, ele será um momento. Um momento onde o consumidor economiza tempo, tem seus problemas atendidos e entregues através de uma solução conveniente e uma experiência encantadora. E o que fará um papel fundamental nisso será como o consumidor interage com a sua marca.

null*Açougueiro e expert sobre a temática da Carne.  Já ministrou diversos cursos, palestras e acompanhamentos técnicos em açougues e é especialista no projeto do Território da Carne.